Justiça de MT apoia projetos que ajudam mulheres vítimas de violência seguir no empreendedorismo

Em Cuiabá, a Justiça de Mato Grosso dá apoio a um projeto social que ajuda mulheres sobreviventes de violência doméstica a empreender em um negócio possibilitando ganho de renda e liberdade.

A artesã Lucy Helena Monteiro Salgado é a mais nova integrante do “Projeto Feira Popular Artesanato na Praça”, criado em 2005. Hoje, entre os 80 artesãos, 25 possui na trajetória de vida a violência superada com as vendas de objetos construídos pelas mãos. 

Lucy confecciona e vende peças em EVA, caixas de MDF e chinelos bordados.
Sonora Lucy Helena Monteiro Salgado

Na feira conhecemos a artesã Fabiana Galeano de Araújo, 37 anos, ela contou que com a feira custeou a faculdade de contabilidade.  

E destacou a significado do projeto Popular Artesanato na Praça.
Sonora Fabiana Galeano de Araújo

A senhora Lucia Ferreira, 63 anos declarou que apoio do Poder Judiciário de Mato Grosso  marca o inicio de uma nova história.
Sonora Lucia Ferreira

A Juíza da 1ª Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa aponta os resultados positivos.
Sonora Juiza Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa

Da Estação TJ, Elaine Coimbra