Judiciário é iluminado de lilás contra violência de gênero

<Sons de abertura>
Duas pessoas estejam ouvindo rádio – Estação TJ – finalzinho de uma música e surge  vinheta com a logo da rádio e um informativo com dados de violência contra a mulher.

“DE ACORDO COM O RELÓGIO DA VIOLÊNCIA NO BRASIL A CADA DOIS SEGUNDOS UMA MULHER SOFRE AGRESSÃO  FÍSICA OU VERBAL; A CADA 4 SEGUNDOS PASSA POR ASSÉDIO EM TRANSPORTE PÚBLICO...”

(Leila começa a fala é a personagem)

LOC: Nossa, que notícia triste, infelizmente é uma realidade, né Lídia?

LOC: Verdade. É por isso que a sede do Tribunal de Justiça de Mato Grosso está toda iluminada de lilás em apoio à luta das mulheres que sofrem violência, seja no meio doméstico, trabalho ou na sociedade em geral.

LOC: A iluminação faz parte da campanha nacional Agosto Lilás.

LOC: E neste mês, várias ações são realizadas pelo Estado. Dentre elas, a palestra Colóquio 13 anos Maria da Penha, que debateu os avanços da Lei com a participação da ativista que dá nome à lei, Maria da Penha. 

LOC: Lídia, o evento é realizado pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) do Poder Judiciário de Mato Grosso.

LOC: A Justiça também dispõe tratamento para os agressores por meio de  palestras em grupos reflexivos, como o projeto Bem de Famílía. As ações são realizadas nos Fóruns de Cuiabá, Várzea Grande e Comodoro.
 

Áudio da matéria: